SECRETÁRIO REVELA QUE ÁREAS DO HORTO FLORESTAL PODERÃO SER TERCEIRIZADAS

12/06/2018

Atendendo a um requerimento da vereadora Adalgisa Ward, o secretário de Meio Ambiente, Judézio Borges esteve participando da sessão da Câmara, realizada na segunda-feira, dia 11.

Questionado pelo vereador Francisco Barreto se a Prefeitura pretende terceirizar algumas áreas do Horto Florestal, Borges revelou que o município pretende promover algumas Parcerias Público Privadas (PPP).

Segundo ele, as empresas interessadas em investir na lanchonete, pedalinhos, ou em partes de floricultura, terão que seguir um termo de referência que deverá ser formulado de forma “bem amarrada”. Ele disse ainda que a população será ouvida para que a lanchonete possa atender as famílias que frequentam o local.

O secretário de Meio Ambiente revelou que os processos de terceirização dos serviços do Horto Florestal deverá ocorrer no início de 2019.

CONCESSÃO – No dia 5 de junho o governador Márcio França assinou decreto autorizando o município a utilizar, por 30 anos, a título precário e gratuito, a área do Horto Florestal da cidade.

Com a autorização, a Prefeitura pode tomar as providências legais necessárias para assumir a reserva florestal, cujo espaço, situado em plena área urbana, é considerado uma importante área de preservação ambiental.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.