PREFEITURA REVOGA LICITAÇÃO MILIONÁRIA PARA SISTEMA DE GESTÃO PÚBLICA

05/02/2018
A Prefeitura de Avaré revogou a licitação que tinha como objetivo a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de informática, para o licenciamento de um Sistema de Gestão Municipal (SGM) – Desenvolvidos pelo próprio Licitante, com os respectivos serviços de implantação (contemplando: migração de dados, customização, treinamento e capacitação de usuários), manutenção (preventiva, corretiva e de ordem legal), suporte técnico (funcional e operacional com visitas técnicas periódicas e suporte “on site”.

A revogação foi revogada no dia 30 de janeiro e publicada no Semanário Oficial Digital na sexta-feira, dia 2 de fevereiro.

O valor estimado para a contratação de empresa era de cerca de R$ 1,1 milhão, valor bem acima do cobrado pela empresa que vem realizando o serviço para a Prefeitura Municipal de Avaré, que é de cerca de R$ 420 mil.

No mesmo Semanário, a Prefeitura publicou a prorrogação do contrato com a empresa Amêndola & Amêndola Software – EPP até o dia 30 de janeiro de 2019.

LICITAÇÃO – Segundo denúncia encaminhada ao site Avaré Urgente, a licitação poderia estar direcionada, pois de acordo com o descritivo no edital, diversas empresas do ramo estariam impedidas de participar da licitação, devido ao excesso de exigências.

Durante a administração do ex-prefeito Poio Novaes, o vereador Denilson Ziroldo havia denunciado um caso parecido. Na época, através de um envelope, o parlamentar havia revelado o nome da empresa que seria favorecida no certame.

O que chama a atenção neste caso, é que a Prefeitura, mesmo sabendo que a atual empresa está realizando o serviço por um preço mais barato, abriu uma licitação, onde a estimativa de gasto era de mais de R$ 1 milhão.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.