POLÍCIA PODERÁ INDICIAR PAIS DE MENINA QUE LEVOU VENENO PARA A ESCOLA

A Polícia Civil poderá indiciar os pais da menina de 10 anos que levou chumbinho, veneno utilizado para matar ratos, para a escola e comeu com 14 amigos por pensar ser ração de peixe. O caso ocorru na manhã da última segunda-feira, dia 25, na Emeb Norma Lílian, que fica localizada no Bairro Santa Mônica.

Segundo o delegado Antônio Pimenta, os pais poderão responder à Justiça caso seja confirmada negligência ao deixar o conteúdo acessível. A Polícia procura ainda o estabelecimento que vendeu o veneno à família. O dono do comércio será indiciado por vender substâncias nocivas à saúde, já que a comercialização do produto é proibida.

Segundo a diretora da unidade, Nali Khairallah, a menina levou e ofereceu o veneno aos colegas pensando que era comida de peixe. Todos estão fora de risco e passam bem. O Conselho Tutelar esteve no PS e orientou a diretora e as mães que fizessem um boletim de ocorrências sobre o caso.

No hospital, as crianças tomaram soro e carvão ativado para anular os efeitos do veneno. Eles foram submetidos a uma limpeza estomacal para desintoxicação. A mãe da menina que teria causado todo o problema não quis gravar entrevista, mas admitiu à reportagem da TV TEM que a filha levou chumbinho escondido para a escola, sem saber que era veneno. Ela disse ainda que mantém o produto em casa para matar ratos e não tinha conhecimento que a venda é proibida.

Para evitar que o fato se repita, a Vigilância Sanitária informou que reforçará a fiscalização contra a venda de chumbinho no município. Segundo o órgão, quem for pego comercializando o item receberá advertência e todo conteúdo será apreendido. O comércio que vender o veneno também pode ser multado e, em último caso, interditado. (Fonte G1)



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.