PACIENTE DE LENÇÓIS PAULISTA MORRE DE H1N1

29/06/2018
O prefeito de Lençóis Paulista comunicou, na quinta-feira, dia 28, que uma paciente do município, que havia contraído H1N1, morreu durante sua internação em um hospital de Bauru. O local onde ela recebia assistência médica não foi divulgado.

“Como prefeito da cidade, não me cabe trazer somente boas notícias. Nesta madrugada, infelizmente, uma lençoense, que estava hospitalizada em Bauru, veio a falecer devido ao H1N1. Que Deus conforte os amigos e familiares”, disse Anderson Prado de Lima (PSB).

Segundo ele, a vacina que está sendo aplicada na rede de saúde de Lençóis Paulista para o grupo de risco, conforme as regras do Ministério da Saúde, é crucial para que nenhuma família venha a perder seus entes queridos por conta da H1N1. O prefeito destaca ainda que além da imunização, os munícipes devem se atentar às ações preventivas para evitar a contaminação pelo vírus Influenza (leia abaixo).

“É triste saber que as metas de vacinação, apesar da ampla divulgação e da gravidade da doença, não atingiram números satisfatórios. Então, façamos a nossa parte. Como diabético que sou, pertenço ao grupo de risco, por isso, logo no início da campanha, já procurei o posto de saúde para ser vacinado. Façam isso você também pelo bem de quem você ama”, alerta Anderson Lima.

Cuidados necessários:

Lavar as mãos, principalmente, após tossir ou espirrar (deve-se utilizar água e sabão ou álcool gel); utilizar lenços descartáveis;
Deixar o ambiente sempre ventilado;
Cobrir boca e nariz sempre que espirrar ou tossir;
Não tocar na região dos olhos, nariz e boca sem que a mão esteja limpa;
Não compartilhar objetos de uso pessoal (garrafas, copos, talheres);
Evitar contato com pessoa doente, evitando abraços, beijos e apertos de mão;
Evitar aglomerações.

Grupo de risco:

– Professores
– Profissionais de Saúde
– Crianças entre 6 meses e nove anos
– Gestantes
– Mulheres com parto recente (com até 45 dias)
– Adultos entre 50 e 59 anos
– Idosos a partir de 60 anos
– Povos indígenas
– Portadores de doenças crônicas



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.