JOVENS FICAM FERIDOS APÓS ACIDENTE COM QUADRICICLO NA REPRESA

02/01/2017

A Polícia vai apurar quem conduzia o quadriciclo que bateu em uma árvore em Itaí, no sábado, dia 31, e se a pessoa era habilitada.

Três jovens ficaram feridos, um rapaz de 20 anos e um casal de adolescentes de 17 anos. Também será investigado se o piloto do veículo estava bêbado, completa a polícia.

O acidente aconteceu em uma estrada de terra que dá acesso a condomínios às margens da Represa de Jurumirim. De acordo com testemunhas, as três vítimas não usavam capacete. Antes de bater na árvore, o quadriciclo quebrou três postes de um alambrado. Os dois rapazes tiveram ferimentos graves, mas sem risco de morte, enquanto a adolescente teve ferimentos leves.

O caseiro Edivaldo dos Santos foi uma das primeiras pessoas a chegar ao local do acidente. Ele e a esposa ficaram ao lado dos jovens feridos à espera da emergência. “Tinha três pessoas bem machucadas, uma delas até saiu andando sendo que nem poderia. Minha esposa acompanhou eles, um estava com a cabeça machucada, mas dizia estar bem”, descreve.

Os bombeiros resgataram uma vítima e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreu as outras duas. Os três jovens foram levados ao pronto-socorro de Avaré. Um dos feridos teve fratura exposta no fêmur, mas está estável, afirmam os bombeiros. Os outros dois também estão estabilizados, completa o Corpo de Bombeiros.

Fonte: G1

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

One thought on “JOVENS FICAM FERIDOS APÓS ACIDENTE COM QUADRICICLO NA REPRESA

  1. OpiniaoDoSaraiva

    Faz quanto tempo que o abuso com esse tipo de veículo é denunciado nas proximidades da represa e zona de praia? Menores ou não sem capacetes aos bandos brincam nas estradas e areia colocando em risco suas próprias vidas, pessoas e animais sendo que só há alguma fiscalização quando há algum acidente noticiado. A Marinha ainda faz eventuais visitas para verificar as embarcações e seus usuários, mas ainda falta muito para os tricíclos e quadricíclos que em muitos casos são incentivados por pais irresponsáveis.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *