ITENS DA MERENDA ESCOLAR ESTARIAM SENDO SUPERFATURADOS EM AVARÉ

10/04/2018

Após analisar uma farta documentação que foi enviada à Câmara Municipal pela Secretaria da Educação, a vereadora Marialva Biazon afirmou que encontrou supostas irregularidades no setor, inclusive com alguns itens da merenda escolar que estariam sendo adquiridos por valores acima do mercado, indicando assim um superfaturamento.

Durante a sessão da Câmara, realizada na segunda-feira, dia 9, a vereadora destacou que a Prefeitura estaria se utilizando de uma Cota Salário/Educação para a aquisição de merenda, fato que seria vedado pelo Ministério da Educação.

“Essa verba não é para comprar merenda, mas 90% dos recursos estão sendo utilizados para aquisição de produtos alimentícios. Temos escolas sem condições de uso caso chova, com goteiras, entre outros problemas”, disparou.

Ainda segundo a parlamentar, existe um programa específico, no valor de cerca de R$ 1,7 milhão para a aquisição de itens da merenda escolar.

SURPRESA – Marialva disse ter ficado surpresa que, ao verificar a documentação, constatou um suposto superfaturamento.

Segundo a parlamentar, a Prefeitura teria adquirido mais de mil quilos de filé de merluza no valor de R$ 21,73, sendo que o valor comercializado em Avaré, em média, é de R$ 17,30. Já para a aquisição de 607 quilos de peito de franco, o município pagou R$ 12,11 o quilo, sendo que em comércios da cidade o valor cobrado é de R$ 6,85 o quilo.

Ainda segundo a parlamentar, a Prefeitura teria pago R$ 3,10 por um quilo de arroz, sendo que o mesmo produto cobrado na cidade seria de R$ 2,06. Ela ainda destacou que o quilo de isca de patinho/patinho moído, custou aos cofres da municipalidade R$ 19,05, enquanto a carne é comercializada por R$ 19,90.

Apesar de o valor ser abaixo do cobrado na cidade, marialva acredita que pela quantidade, 700 quilos, o preço pago deveria ser mais barato.

DENÚNCIA – “Essa verba foi utilizada de forma equivocada. Vamos encaminhar uma denúncia ao Ministério Público, Tribunal de Contas e a Controladoria Geral da União. Quem sabe esse assunto não acabe na abertura de uma CPI”, finalizou.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.