GASTOS COM A 50ª EMAPA PODEM CHEGAR A R$ 2,5 MILHÕES, APONTA JORNAL

19/11/2018

Levantamento realizado pelo Jornal A Voz do Vale revela gastos com shows, contadores de fluxo de pessoas, locação de transformadores de energia, silagem de milho, sonorização, brigadistas, segurança, banheiros químicos, entre outros

Um levantamento detalhado realizado pelo Jornal A Voz do Vale aponta que a Prefeitura de Avaré deverá gastar cerca de R$ 2,5 milhões com a 50ª edição da Exposição Municipal Agropecuária de Avaré – Emapa. O valor é bem acima do divulgado pelo secretário da Cultura, Diego Beraldo, durante a sessão ordinária do dia 3 de setembro, que seria de R$ 600 mil.

Os gastos são referentes a obrigações firmadas pela Prefeitura com a empresa Samor Promoções Artísticas S/C Ltda., de Mogi Guaçu (SP), que venceu a licitação para explorar a festa. No total, são 15 itens do contrato, que vai desde gastos com shows, contadores de fluxo de pessoas, locação de transformadores de energia, silagem de milho, sonorização, brigadistas, segurança, até a locação de banheiros químicos, entre outros.

Dos gastos da Prefeitura com a festa, o valor mais alto é dos shows, de quase R$ 1,5 milhão, sendo: Henrique e Juliano (R$ 350 mil), Marília Mendonça (R$ 300 mil), Gustavo Lima (R$ 280 mil), Luan Santana (R$ 203 mil, Zezé Di Camargo e Luciano (R$ 165 mil), Pedro Paulo e Alex (R$ 95,4 mil), Teodoro e Sampaio (R$ 70 mil) e Yago e Juliano (R$ 15 mil).

Com contadores de fluxo de pessoas, o gasto estimado é de quase R$ 50 mil. A Prefeitura ainda pretende contratar uma empresa para serviços de sonorização, em eventos paralelos da 50ª Emapa, a serem realizados no mês de dezembro. A licitação está marcada para ocorrer no dia 20 de novembro e o custo estimado é de quase R$ 24 mil.

Para o evento, a Prefeitura contratou uma empresa para o fornecimento de 200 toneladas de silagem de milho em embalagens de 800 a 1000 quilos destinada a alimentação dos bovinos e ovinos participantes da festa. A licitação ocorreu no dia 23 de outubro ao custo de R$ 60 mil. O município teve um custo de quase R$ 5 mil na aquisição de peças para reparo do poço do recinto da Emapa.

Nos últimos meses a Prefeitura promoveu diversas licitações de registro de preços de alguns serviços que iriam ser utilizados pelo município durante o

ano de 2018. Um desses serviços é com banheiros químicos. Segundo o contrato firmado, caso a Prefeitura utilize 80 banheiros químicos pelo período de 4 a 10 dias, o valor seria de R$ 300 mil, sendo 40 banheiros masculinos e 40 banheiros masculinos. Outros R$ 26 mil seriam gastos com banheiros químicos adaptados para portadores de deficiência, totalizando quase R$ 330 mil.

Outro serviço contratado por registro de preços é o de brigadistas e seguranças. No carnaval de 2018, com o serviço a Prefeitura gastou quase R$ 135 mil com 4 dias de evento. Com a Emapa, que são 9 dias, os valores devem ultrapassar os R$ 200 mil. Na segunda-feira, dia 12 de novembro, foi realizada uma licitação para a contratação de empresa para fornecimento de fechamento de gradil. O custo estimado é de R$ 160 mil.

Os gastos ainda são maiores, pois na terça-feira, dia 13 de novembro, a Prefeitura promoveu a licitação para locação de transformadores, com prestação de serviços de montagem, instalação, manutenção e desmontagem dos equipamentos, porém, até o fechamento desta edição, os valores da contratação não haviam sido divulgados pela municipalidade.

Com a contratação de empresa objetivando o fornecimento com a “Passarela” para o desfile escolha da Rainha 50ª Emapa, foram mais R$ 4,3 mil.

Com informações do Jornal A Voz do Vale



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.