CRIANÇA NÃO PASSOU PELO PRONTO SOCORRO DE AVARÉ, AFIRMA SECRETARIA

07/01/2019

Por meio de nota enviada à imprensa, a Secretaria da Saúde de Avaré afirma que a criança que foi picada por um escorpião no dia 4 de janeiro em Arandu, não teria dado entrada no Pronto Socorro Municipal.

“A Secretaria da Saúde da Estância Turística de Avaré informa que a criança que teria sido picada por um escorpião no último final de semana em Arandu, não passou por atendimento no Pronto Socorro de Avaré. Não há qualquer registro de atendimento do tipo realizado na unidade de emergência”

 A Secretaria da Saúde de esclareceu ainda que o incidente envolvendo a criança ocorreu em Arandu e que o segundo atendimento teria sido feito no PAC ( Pronto Atendimento a Convênios e Particulares), que funciona junto a Santa Casa de Misericórdia de Avaré, pela Unimed.

A decisão de levar a criança para Botucatu, segundo a Secretaria, foi da mãe. “Na Unesp, a criança recebeu a aplicação de soro fisiológico e não antiescopiônico como divulgado“, rebatendo a informação da mãe que o filho teria sido medicado com o antídoto.

 “A Secretaria da Saúde de Avaré mantém estoque regular do soro antiescorpinônico que, por questão de logística, fica armazenado na Santa Casa de Avaré a disposição do Pronto Socorro Municipal e da própria Santa Casa”, finaliza.

Apesar da Secretaria de Saúde de Avaré afirmar que mantém estoque do soro, a obrigação do fornecimento é da rede estadual de saúde.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *