BARCHETTI AFIRMA QUE RECORRERÁ DE CONDENAÇÃO NA JUSTIÇA FEDERAL

08/02/2019

O ex-prefeito de Avaré, Rogélio Barchetti vai recorrer da decisão do Tribunal Regional Federal (TRF) que o condenou a devolução de R$ 3,4 mil, valor esse que foi pago pela Prefeitura para o transporte de gêneros alimentícios da Conab.

Na ação, Barchetti também teve seus direitos políticos suspensos por 5 anos. “Estamos impetrando um recurso em instância superior. Não tive a participação, apenas o que foi pago é o transporte dos alimentos que iria beneficiar os mais necessitados. Minha intenção na época foi exclusivamente ajudar a população. Não tive ligação com a doação, mas somente em proporcionar o transporte. Acreditamos que vamos reverter essa decisão”. Os demais envolvidos na condenação também deverão recorrer da sentença.

ENTENDA – O Tribunal Regional Federal de São Paulo (TRF) julgou procedente a ação movida pelo Ministério Público Federal (MPF) e condenou o ex-prefeito de Avaré, Rogélio Barchetti e o ex-vereador, Júlio César Theodoro, o Tucão, a suspensão dos direitos políticos e ao ressarcimento ao prejuízo gerado nos desvios de produtos alimentícios no município de Avaré, os quais foram doados pela Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), unidade de Bernardino de Campos, às entidades assistenciais COSA (Conselho de Obras Sociais de Avaré) e Lar São Nicolau, durante parte dos anos de 2009 e de 2010, sema devida prestação de contas.

Também foram condenados a ressarcir os danos os ex-assessores de Tucão, Fábio Henrique de Campos Silva e Edi Fernandes, além de Vera Alice Arca Giraldi e Décio Gambini.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *