2ª PARCELA DO IPTU VENCE NO DIA 31, INFORMA PREFEITURA

19/08/2016

A Secretaria Municipal da Fazenda informa que vence no próximo dia 31 de agosto, quarta-feira, a 2ª parcela para quem optou pagar o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) em duas vezes. O contribuinte que escolheu essa forma de pagamento tem 10% de desconto.

A Prefeitura oferece ao contribuinte três opções para pagamento: à vista com desconto de 20%; em duas parcelas semestrais com desconto de 10% ou em 10 parcelas sem desconto.

Aquele que teve seu carnê extraviado ou não o recebeu em casa, poderá imprimi-lo pelo site da Prefeitura da Estância Turística de Avaré.

Para emitir o documento, basta acessar o site www.avare.sp.gov.br, clicar em Portal do Cidadão, depois em Imobiliário, digitar o número de inscrição do imóvel e o CPF do proprietário, clicar em “OK”, depois em Emitir Carnê de IPTU e por último clicar em Gerar Carnê.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

One thought on “2ª PARCELA DO IPTU VENCE NO DIA 31, INFORMA PREFEITURA

  1. Aldeni soares

    O prefeito poderia criar um imposto maior para os terrenos baldios, cheios de mato sem calçadas.
    10% maior para terrenos sem edificações (mato).
    20% quando o terreno tiver muro e não tiver calçada.
    Em ambos os casos se a prefeitura executar os serviços deve ser cobrado os serviços e mais 25% multa.
    Aumentar o numero de fiscais aparelhar estes fiscais muitos irão falar que isso e aumentar os impostos. Mas não é apenas cidadania e pensar na coletividade coletividade e bem estar de todos .
    Avaré é uma cidade turística linda mas hora que andamos nos bairros e centro vemos calçadas irregulares, matos e construções abandonadas.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *