ZIROLDO QUER QUE BANCOS DISPONIBILIZEM CAIXAS ELETRÔNICOS COM ACESSIBILIDADE

O presidente da Câmara Municipal de Avaré, vereador Denílson Ziroldo, deverá apresentar nas próximas semanas um projeto de lei que prevê que todas as agencias bancárias da cidade disponibilizem caixas eletrônicos em altura reduzida, o que beneficiaria os cadeirantes e proporcionaria mais acessibilidade.

De acordo com o projeto, as agências do município que contarem com caixas eletrônicos para autoatendimento deverão disponibilizar aos clientes pelo menos um terminal com tela e teclado para ser utilizado por usuários cadeirantes e pessoas de baixa estatura. Caso o projeto seja aprovado, os bancos terão 180 dias para adaptar os guichês de atendimento e instalar os respectivos terminais nas agências.

Caso os bancos não sigam a lei, a Prefeitura “não fornecerá alvarás de funcionamento para novos estabelecimentos bancários que não comprovarem o cumprimento das exigências previstas na lei”.

As agências bancárias que descumprirem lei ficarão sujeitas ao pagamento de multa no valor equivalente a 750 Unidades Fiscais do Município de Avaré – UFMA. Em caso de reincidência, o valor da multa será dobrada, ou seja, de 1500 UFMA.

“Como quaisquer outros cidadãos, estas pessoas possuem contas bancárias e necessitam, por si próprios, dirigirem-se ao se banco para realizar transações diretamente no caixa ou nos terminais eletrônicos de autoatendimento, porém nem sempre estas pessoas podem contar com a ajuda de alguém de sua confiança para acompanhá-las em tais operações”, destaca o vereador.

O vereador pediu apoio dos vereadores para que a lei seja aprovada. “Requeiro o apoio dos nobres pares para aprovação desta Lei, a fim de que aos munícipes, bem como os visitantes portadores de necessidades especiais possam ter amplo acesso a todos os serviços oferecidos pelas agências bancárias da cidade o que, sem sombra de dúvida, trará grande contribuição para inclusão social dessa parcela da população”, finalizou.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.