VEREADORA APRESENTA DENÚNCIA SOBRE SUPOSTOS SUPERFATURAMENTOS NA SECRETARIA DE ESPORTES

07/08/2019

Na volta das sessões ordinárias da Câmara de Avaré, que ocorreu na segunda-feira, dia 5 de agosto, a vereadora Marialva Biazon apresentou um requerimento questionando supostos superfaturamentos em notas fiscais na Secretaria Municipal de Esportes. O secretário Leonardo Ripoli disse desconhecer a denúncia. (leia o outro lado abaixo)

A pasta é administrada por Leonardo Ripoli, filho do ex-vereador, Rodivaldo Ripoli. A denúncia, segundo a vereadora, seria de um munícipe. “Recebemos uma denúncia, que avaliamos como extremamente grave, que aponta que a Secretaria de Esportes estaria emitindo algumas notas (fiscais), em tese, superfaturadas. Vamos estar levantando os fatos e saber se está acontecendo isso mesmo”.

Ainda segundo a vereadora, o Departamento de Análise e Conferência (DAC) da Prefeitura teria apontado algumas inconsistências na prestação de contas da Secretaria de Esportes. “Tem uma prestação de contas da Secretaria de Esportes, onde o DAC não deu continuidade nos relatórios e nós vamos encaminhar o documento ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) para as medidas cabíveis”.

O requerimentos solicitando as informações da Secretaria de Esportes foi aprovado por unanimidade.

O que chama a atenção neste caso é o fato de Marialva apresentar os fatos somente após o radialista Rodivaldo Ripoli falar e criticar a vereadora em seu programa de rádio, referente a uma condenação por acúmulo de cargos a qual a parlamentar foi condenada pelo Tribunal de Justiça.

Marialva chegou a falar da esposa de Ripoli de fatos que teriam ocorrido em 1998, ou seja, há 21 anos.

OUTRO LADO – Questionado pelo programa Cidadania Esporte Show, da Rádio Cidadania FM (104,9) o secretário Léo Ripoli afirmou desconhecer a denúncia. Ele afirmou que todos os requerimentos são respondido rapidamente pela pasta

O secretário disse que vai se inteirar do caso e, posteriormente, irá se manifestar.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *