VEREADOR QUER VEDAR A DISCIPLINA DE “ORIENTAÇÃO SEXUAL” NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE AVARÉ

15/02/2018

A Câmara de Avaré realizará, nesta quinta-feira, dia 15, às 18 horas, uma sessão extraordinária para analisar seis projetos, sendo quatro encaminhados pelo prefeito Jô Silvestre.

Um dos projetos mais polêmicos é de autoria do vereador Alessandro Rios. A propositura visa vedar às escolas municipais de Avaré, “adotar políticas de ensino, currículo escolar, disciplina obrigatória, complementar ou facultativa, que tendam a aplicar a ideologia de gênero, o termo “gênero” ou “orientação sexual”.

VALE ALIMENTAÇÃO – O segundo projeto, de autoria da Mesa Diretora, autoriza a Câmara a atualizar o índice do valor do vale alimentação dos funcionários do legislativo.

Caso o projeto seja aprovado, os servidores da Câmara passarão a receber R$ 666,55 de vale alimentação mensais. O valor é bem acima dos cerca de R$ 220 pagos aos funcionários da Prefeitura, uma diferença de cerca de R$ 446,00.

Os outros quatros projetos são de autoria do executivo. O PL 05/2018 trata dos adiantamentos. A Prefeitura pretende que somente os servidores efetivos recebam os adiantamentos.

Já os PLs 12/2018 e 13/2018, dispõe sobre abertura de Crédito Adicional Especial ao Fundo Municipal dos Bombeiros de Avaré (Fumboar), um no valor de quase R$ 98 mil e outro de cerca de R$ 1,6 milhão.

O último projeto, o 14/2018 dispõe sobre abertura de crédito de pouco mais de R$ 930 mil a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Semads).



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.