VEREADOR CRITICA CPI DA DIVIDA ATIVA

23/09/2019

O vereador Roberto Araújo, que faz parte da base de apoio ao prefeito Jô Silvestre, criticou a instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga possíveis falhas na cobrança da dívida ativa no município. A declaração ocorreu durante a sessão da Câmara, realizada na segunda-feira, dia 23 de setembro.

Para Araújo, a Câmara teria errado ao instalar a nova CPI, pois, segundo ele, não existe um fato determinado para a investigação. Para ele, a Prefeitura deverá ganhar a ação que pede a paralisação dos trabalhos da comissão. “Se não tem um fato determinado, não tem CPI. Uma CPI não é uma pesquisa e tem que ter um fato determinado para investigar”.

A nova CPI da Dívida Ativa está investigando os dois primeiros anos do prefeito Jô Silvestre, ou seja, em 2017 e 2018. A primeira comissão que havia sido instaurada em março, acabou sendo arquivada depois que a Justiça acatou a liminar da Prefeitura que alegou falta de um fato determinado para investigação.

Na última semana, membros da Comissão se reuniram em uma coletiva de imprensa. Segundo dados colhidos pela CPI, entre 2017 e 2018, a Prefeitura teria deixado de cobrar mais de R$ 200 milhões em Divida Ativa.

A nova ação impetrada pela Prefeitura ainda não foi julgada.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *