TONINHO DIZ QUE NÃO FICARIA NO MESMO PARTIDO QUE JÔ SILVESTRE E CHAMA VEREADORES DA BASE DE OMISSOS

22/07/2019

“Se o prefeito entrasse por uma porta no PSDB, eu sairia pela outra”. A declaração foi proferida pelo vereador Toninho da Lorsa durante entrevista concedida na sexta-feira, dia 19 de julho, ao telejornal Do Vale Notícias, que vai ao ar pela Do Vale TV.

Segundo Toninho, que é presidente do Diretório Municipal do PSDB, algumas pessoas ligadas à política teriam divulgado mentiras sobre uma possível ida do prefeito Jô Silvestre para o partido. “Soltaram isso para tentar desestabilizar o PSDB. Criaram uma mentira para gerar uma confusão. Se o prefeito entrasse por uma porta, eu sairia pela outra”, disse.

Ainda segundo o vereador, ambos não têm o mesmo pensamento e prioridades. “Nossos pensamentos são muito diferentes. Pra mim o importante é a educação, a saúde e a dele são de festas. Não temos as mesmas prioridades”.

Questionado sobre o posicionamento dos vereadores que compõe a base da administração de Jô Silvestre, Toninho classificou como: omissos. “Estão omissos. Não participam de comissões e dos trabalhos na Câmara”.

Toninho também falou da ação movida pelo Ministério Público sobre as resoluções que foram criadas quando ele presidiu o legislativo. Ele disse ter a consciência tranqüila e que apresentou sua defesa antes mesmo que o MP solicitasse. “Eu nem fui notificado, mas já apresentei a minha defesa. Estou com a consciência tranquila, pois não gerou despesa para a Câmara. O legislativo tem poucos funcionários e essa resolução iria possibilidade a abertura de um concurso público que já passou da hora de ser realizado e quem iria fazer esse concurso era a Vunesp”.

Com relação às eleições municipais de 2020, Toninho disse ser cedo falar sobre possíveis nomes. Ele não indicou se aceitaria ser candidato a prefeito. Segundo ele, primeiramente a prioridade do PSDB é a reorganização do partido no município. O vereador ainda criticou o prefeito Jô Silvestre, que teria se lançado candidato, o que configuraria campanha antecipada.

Toninho também falou sobre a relação com o prefeito e criticou o secretário Diego Beraldo por não ter atendido a convocação da Câmara. Ele revelou que o legislativo já teria tomado as medidas judiciais cabíveis para que Beraldo participe da sessão e esclareça diversas dúvidas referentes à prestação de contas da 50ª Emapa, na qual o secretário foi presidente da Comissão Organizadora. Diversas falhas teriam sido encontradas.

Outro assunto abordado foi as criticas proferidas pelo prefeito em um programa de rádio que é apresentado por Rodivaldo Ripoli. A entrevista completa está disponível no facebook e no You Tube da Do Vale TV.

Fonte: A Voz do Vale/Do Vale TV

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *