SINDICATO SE PRONUNCIA SOBRE USO INDEVIDO DE AMBULÂNCIA E DENUNCIA FALTA DE ALIMENTAÇÃO NO SAMU

16/07/2019

Por meio de nota, o Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de Avaré e Região se pronunciou sobre a matéria veiculada pelo site Avaré Urgente que denunciou o uso indevido de uma ambulância para transportar compras realizadas em um supermercado da cidade.

O Sindicato afirma que abusos tem que ser coibidos e defendeu o trabalho da imprensa. Porém, revelou que a Prefeitura Municipal de Avaré não estaria fornecendo alimentação aos funcionários do Samu.

“Entendemos os interesses dos veículos de Imprensa quanto ao tema, visto que envolve a utilização de bens públicos, e defendemos que os abusos sejam coibidos sempre, tanto os praticados pelos funcionários quanto os feitos pelos agentes públicos responsáveis pela condução do Governo Municipal. No entanto, também temos consciência de que os trabalhadores, na absoluta maioria dos casos, são os elos menos favorecidos das relações e algumas situações podem favorecer para que arbitrariedades sejam flagradas”, destacou o presidente do Sindicato, Leonardo do Espírito Santo.

“Os profissionais que militam no atendimento do Samu, conforme atestado durante anos seguidos por moradores de dezenas de cidades da região, são cientes de suas obrigações e deveres e, em muitos momentos, mesmo tolhidos de algumas de suas necessidades básicas – como o fornecimento de alimentação por parte da Secretaria da Saúde, fato que acontece nos dias atuais – não desmerecem seus cargos e funções”, completou.

Leonardo pensa “que a Imprensa, como instrumento de liberdade de expressão que é, pode ajudar a sociedade a ter uma visão mais ampla de todo tipo de assunto. Por exemplo: da mesma forma que a utilização indevida de um veículo choca a Opinião Pública local, seria interessante que a falta de fornecimento de marmitas para os plantonistas do Samu, responsabilidade, em tese, da Saúde, também fosse abordada e discutida”.

“É impossível a um profissional, não estando bem alimentado ou devidamente descansado, prestar os serviços necessários a quem necessita”, frisou o sindicalista, lembrando acreditar no papel da imprensa para elucidar qualquer tipo de problema relacionado aos serviços públicos. “A Justiça só pode ser feita quando todas as causas são abertas para que a população possa fazer seu julgamento isento”, finalizou.

NOTA DA REDAÇÃO – O site Avaré Urgente lamenta algumas pessoas que estão deturpando a denúncia. O blog abordou o uso indevido de uma ambulância para transportar compras e não o direito dos funcionários de se alimentarem.

Se a Prefeitura não está fornecendo a marmita, os responsáveis pelo Samu já deveriam ter denunciado o caso. O site, em nenhum momento, criticou ou menosprezou o trabalho realizado pelos profissionais do Samu, pelo contrário, já foram divulgadas inúmeras matérias defendendo essa classe.

O não fornecimento da alimentação não pode ser confundido com o uso irregular de um veículo público, como uma ambulância, para transportar compras, ou para qualquer outro serviço a não ser de salvar vidas.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *