SINDICÂNCIA APONTA ROMBO DE QUASE R$ 2 MILHÕES NOS COFRES DA PREFEITURA

08/05/2018
Uma sindicância realizada pela Prefeitura apontou um rombo de R$ 1,8 milhão nos cofres públicos municipais. O dinheiro seria de impostos de uma empresa que não estariam sendo recolhidos.

O sistema utilizado pela municipalidade aponta que a empresa estaria com o recolhimento dos impostos em dia, porém o dinheiro não teria entrado nas contas do município, o que aponta uma grave fraude, o que desqualificaria os serviços prestados pela empresa Fiorilli.

Na sessão da Câmara de segunda-feira, dia 7, os vereadores aprovaram um requerimento para que uma comissão mista, ou seja, envolvendo membros da Câmara e da Prefeitura, seja criada para apurar outras fraudes que estariam ocorrendo.

Os vereadores ainda pediram uma auditoria nas contas da Prefeitura. “O prefeito Jô Silvestre pediu essa sindicância e está se empenhando. Estamos criando essa comissão, até para se evitar uma CPI. Uma auditoria também tem que ser realizada. Está na hora de se fazer uma limpeza nas contas municipais. O Departamento Pessoal da Prefeitura é uma caixa preta e temos que agir com responsabilidade”, destacou o presidente do legislativo, vereador Toninho da Lorsa.

Os membros que fizeram parte da sindicância solicitaram que o relatório final seja encaminhado a Delegacia, para que um inquérito policial seja instaurado. O documento também indica a contratação de uma empresa de auditoria e que o caso seja encaminhado ao Ministério Público, para que a gravidade dos fatos levantados sejam melhor apurados.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.