SAMU RECEBE 1.300 TROTES E FAZ CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO

15/09/2019

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que atende Avaré e diversas cidades da região vem recebendo um grande número de trotes, o que corresponde a 13% das ligações.

Entre os meses de maio e agosto deste ano, dos 10.044 atendimentos registrados pelo Samu, 1.302 foram trotes. Além disso, 19% constam como “informação” e outros 4% como “engano”.

As informações alarmantes estão em um balanço do 2º quadrimestre divulgado pelo órgão que tem sede em Avaré e presta atendimento a 17 municípios da região.

A direção do Samu alerta que os trotes podem comprometer vidas. “A ligação desnecessária pode congestionar as linhas telefônicas, comprometendo o deslocamento da ambulância ou até impossibilitando que o médico-regulador faça a orientação sobre os primeiros socorros, procedimento que pode salvar a vida do paciente”, alerta o enfermeiro Adriano de Oliveira, diretor do Samu Regional Vale Jurumirim.

CRIME – Além de prejudicar vidas, o trote aos serviços de emergência é um crime previsto no Código Penal. Quando identificado, o autor é enquadrado no artigo 340 do Código Penal: comunicação falsa de crime ou de contravenção, cuja pena é detenção de 1 a 6 meses ou multa.

Portanto, as chamadas para o Samu somente devem ser feitas quando houver dores no peito imprevistas, situações de intoxicação ou envenenamento, queimaduras graves, trabalhos de parto com riscos de morte, queda acidental, crises convulsivas, acidentes de trânsito com atropelamento, traumas (tórax, abdômen, crânio e fraturas), perda da consciência (desmaio) e sangramentos (hemorragias).

Fonte: A Voz do Vale

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *