PRESIDENTE DA CÂMARA COBRA MELHORIAS PARA O BAIRRO DO CAMARGO

16/05/2018
Durante a sessão da Câmara de Avaré, realizada na segunda-feira, dia 14, o presidente do legislativo, vereador Toninho da Lorsa, cobrou melhorias no Bairro do Camargo.

Em um de seus requerimentos, Toninho pede providências em relação à aplicação dos recursos fixados pela LOA – Lei Orçamentária Anual, a qual prevê o Orçamento Impositivo que trata-se de várias emendas apresentadas pelos vereadores na referida lei em que, de acordo com seu artigo 9º, serão destinados da receita corrente líquida do município, 1,2% os quais foram divididos para atender a vários problemas recorrentes na cidade na área da saúde e infraestrutura. E os muros de arrimo do Bairro do Camargo ficaram com 0,328% da referida receita para aplicação na construção dos muros que são um problema que vêm se arrastando há anos no município.

MAIS COBRANÇAS – E ainda sobre o Bairro do Camargo, Toninho apresentou requerimento sobre o fechamento de uma área a qual vinha sendo utilizada para acessar o Bairro Avaré I e adjacências pelos moradores do Camargo.

Essa área fica entre as Ruas Antonieta Paulucci e Carmen Dias Faria e, segundo uma moradora que utilizou-se da Tribuna Livre na sessão ordinária do dia 07 de maio, tal passagem que foi fechada há vários dias, era muito utilizada pelos moradores de ambos os bairros, principalmente trabalhadores, crianças os idosos da Vila Dignidade que necessitam acessar o Avaré I para trabalhar, comprar no comércio e estudar. Segundo a moradora, hoje essas pessoas têm de dar uma volta enorme pela Rua João Caetano Schimidt, dificultando o acesso ao Avaré I e adjacências.

O requerimento do Presidente do Legislativo é no sentido de questionar a prefeitura sobre a área, indagando sobre a existência de um projeto junto ao proprietário da mesma, no tocante à viabilização de uma passagem que faça a ligação entre os bairros, resolvendo assim o acesso aos moradores.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.