PREOCUPANTE: ESTUPRO CONTRA CRIANÇAS CRESCEU 40% EM AVARÉ

12/08/2019

O número de casos de violência e abuso contra crianças e adolescentes cresceu 40% em Avaré nos seis primeiros meses de 2019, na comparação com o mesmo período de 2018. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP/SP). As informações são do Jornal A Voz do Vale.

Segundo dados apurados com exclusividade pelo A Voz do Vale, entre 1º de janeiro a 30 de junho de 2019, foram registrados 21 casos de estupro a vulnerável, praticado contra crianças abaixo de 14 anos. No mesmo período de 2018, ocorreram 15 casos, ou seja, um aumento de 40%.

Outro dado preocupante é com relação ao estupro praticado com maiores de 15 anos. Dos seis primeiros meses de 2018 para o mesmo período de 2019, houve um aumento considerável de 150%.

Cinco casos foram registrados até o meio do ano de 2019, sendo 1caso em fevereiro e 4 casos em junho. No mesmo período de 2018 foram registrados 2 casos.

Para a psicóloga Fabiana Belintani, o aumento no número de registros pode estar relacionado com a mudança de comportamento por parte de familiares das vítimas, que passaram a prestar mais atenção aos possíveis indícios de violência ou abuso.

“A gente precisa conversar sobre violência de uma forma muito tranquila, sem julgamento, para que a gente posa oportunizar, dentro das relações familiares, um diálogo através do respeito”, aponta Fabiana.

Ainda segundo a psicóloga, a principal forma de evitar o problema é discutindo o assunto dentro de casa e, principalmente, prestando atenção a qualquer mudança de comportamento dos pequenos.

“Se a gente conhece aquela criança ou aquele adolescente, nós sabemos se ele é mais agitado e ele começou a ficar mais quieto ou se é quietinho e ficou muito nervoso […]. Os sinais de descompasso daquela criança estão fora do normal”, orienta.

Confira a matéria completa no Jornal A Voz do Vale

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *