PREFEITURA FIRMA NOVO CONVÊNIO PARA A CONSTRUÇÃO DO ARENÃO

09/07/2018
O prefeito de Avaré, Jô Silvestre, assinou, na sexta-feira, dia 6, um novo convênio com a Secretaria Estadual de Turismo, ato que vai garantir a liberação de mais R$ 4 milhões para a construção da Arena de Eventos (Arenão) no Parque Fernando Cruz Pimentel, o recinto da Emapa.

A obra, iniciada ainda em 2008, emprega recursos liberados pelo Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dadetur), os quais só podem ser aplicados em projetos ligados diretamente à expansão ou revitalização de estruturas ligadas ao desenvolvimento turístico. Despesas com serviços de saúde, ensino ou limpeza urbana não podem ser custeadas com esses valores.

A retomada das obras do “Arenão” está dividida em 4 fases. Juntas elas somarão investimentos de R$ 9 milhões. A primeira e a segunda fase vão aplicar verbas provenientes do convênio Dadetur 10/2016 nos valores de R$ 1.261.642,45 e R$ 1.260.947,45. A terceira fase utilizará verbas do convênio Dadetur 55/2016 de R$ 2.087.729,21. Já a quarta etapa, recém-autorizada, deve consumir outros R$ 4.099.426,00.

Em virtude da legislação eleitoral que veda o início de obras custeadas com recursos federais e estaduais durante os 90 dias que antecedem o pleito, a Prefeitura de Avaré deverá iniciar as obras somente no final do ano.

Para Jô Silvestre, a construção da Arena de Eventos (Arenão) será de grande importância para o futuro turístico da cidade. “Uma arena multiúso voltada à promoção de grandes eventos atrai, automaticamente, um grande público vindo de todos os lugares. E é esse público que vai aquecer o consumo interno, incentivar a instalação de empresas ligadas ao setor, gerando mais emprego e receita para o município. Nós temos um ótimo exemplo que é a ABQM. Quem duvida do potencial deles?”, argumenta o chefe do executivo.

O direcionamento dos recursos do Dadetur para a conclusão das obras da Arena de Eventos teve a aprovação do Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e do Conselho de Orientação e Controle (COC), cuja função é planejar, supervisionar e controlar a distribuição dos recursos financeiros do Fundo de Melhoria das Estâncias.

Para muitos munícipes, a obra não seria prioritária para a cidade e que a Prefeitura deveria focar suas atenções em outros setores.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.