PREFEITURA ENCAMINHA DENÚNCIAS CONTRA POIO NOVAES AO MINISTÉRIO PÚBLICO

04/04/2018
Durante a sessão da Câmara, realizada na segunda-feira, dia 2 de abril, foram apresentadas uma grande documentação que apontam supostas irregularidades em aquisições de medicamentos praticados durante o governo do ex-prefeito Poio Novaes.

Os ofícios encaminhados ao legislativo, todos assinados pelo secretário de Administração, Ronaldo Guardiano, pedem que a Câmara tome as devidas providências. A documentação também estaria sendo encaminhada para o Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo para que medidas cíveis e criminais sejam tomadas.

Segundo o relatório apresentado pela Prefeitura, durante a administração de Poio Novaes foram adquiridos medicamentos de forma irregular, muitas vezes por meio de compra emergencial.

Ainda segundo a Prefeitura, o ex-prefeito teria cometido atos de improbidade administrativa.

Segundo a Câmara, a Prefeitura teria que encaminhar a documentação a Justiça, já que uma sindicância teria apontado irregularidades. Para o presidente da Casa de Leis, a Câmara não teria como tomar providências, já que entende que o caso tem que ser analisado pelo Poder Judiciário.

O site Avaré Urgente tentou falar com o ex-prefeito Poio Novaes, porém não conseguimos contato. Nos colocamos a disposição para dar espaço para que o ex-chefe do executivo possa se manifestar sobre as denúncias da administração de Jô Silvestre.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.