PREFEITO NÃO CONCEDERÁ CORREÇÃO NO SALÁRIO DOS SERVIDORES, DIZ SINDICATO

05/06/2018
Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Avaré e Região, Leonardo do Espírito Santo, em reunião realizada no dia 23 de maio, o prefeito Jô Silvestre teria afirmado que não concederia a correção inflacionária em 2018, assim como ocorreu em 2017.

“Tivemos uma reunião com o prefeito no dia 23 de maio e o prefeito disse que não daria a revisão anual de 2,94% devido o limite prudencial está acima do permitido em lei”, destacou o sindicalista.

Leonardo destacou ainda que a Prefeitura estaria desperdiçando dinheiro com pintura de postes, adquisição de peixes e prioridades em realizar festas. “Tem muito dinheiro desperdiçado. O servidor vem enfrentando várias dificuldades e o prefeito gasta R$ 1 milhão com pintura de postes. Nós pedimos que o local onde os garis usam pra descansar e não foi atendido”.

Para o sindicalista, o governo de Jô Silvestre não estaria priorizando os servidores. “Essa administração não tem prioridade com o servidor público. O servidor público é colocado em segundo plano. Só dá enfase para festas”.

Ele lembrou que em 2017 a Prefeitura não concedeu os 4,59% da inflação nos salários dos funcionários, uma perda que já chega a cerca de 7,50%. Ele se disse decepcionado com a atual administração. “Em 2017, não foi nos concedido a correção da inflação de 4,59%. Estamos muito decepcionados com essa administração”.

MULTA – Leonardo revelou ainda que o Sindicato ganhou uma ação, em primeira instância, na qual caso a Prefeitura atrase o salário dos servidores, o executivo poderá ser multado. “A partir de agora a Prefeitura, se atrasar os vencimento, terá que pagar uma multa”, revelou.

Ele revelou ainda que o prefeito teria dito que seria uma irresponsabilidade conceder a correção da inflação neste momento. “Ele disse que seria uma irresponsabilidade ele dar a correção inflacionária e porque manter 186 apadrinhados ganhando gratificações? Esse é o nosso sofrimento. Muitas vezes saímos de casa sem dar alimento aos nossos filhos”, finalizou.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.