POLÍCIA CIVIL PRENDE QUADRILHA DE ROUBO DE CAMINHÕES E CARGAS

A Polícia Civil prendeu na terça-feira, dia 9, quatro homens envolvidos em um roubo de caminhão em Águas de Santa Bárbara no mês de novembro do ano passado. Dois foram detidos em um Assentamento do Movimento dos Sem Terra em Iaras, e os outros dois localizados na cidade de Campinas.

Os suspeitos foram levados para Avaré, onde na sede da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), responsável pelo caso, prestaram esclarecimentos. Segundo o delegado Rubens César Garcia Jorge, o grupo é acusado de pertencer a uma quadrilha especializada em roubo de caminhões e cargas, com ramificação na região de Campinas, área para onde o veículo foi levado e repassado a outros criminosos.

A Polícia Civil chegou até os suspeitos depois de uma investigação iniciada para esclarecer a tentativa de assalto a um carro-forte na Rodovia Castelo Branco (SP-280), também em Águas de Santa Bárbara, um dia antes do roubo do caminhão. Porém, de acordo com o delegado, os quatro presos na operação de terça-feira não estão envolvidos nesse crime, que continua sendo investigado.

Dos quatro presos, três confessaram envolvimento no roubo do caminhão. Todos estão presos temporariamente até à conclusão do inquérito aberto para apurar o crime. Eles foram encaminhados para uma das cadeias da região e responderão pelo crime de roubo e formação de quadrilha.

A prisão dos suspeitos contou com o apoio de policiais da Delegacia de Investigações Gerais de Campinas e policiais civis de Avaré (DISE e DDM), Iaras, Cerqueira César e Manduri.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *