POLÍCIA CIVIL ARRECADA ROUPAS PARA AS VÍTIMAS DE BRUMADINHO

08/02/2019

Dezenas de pacotes contendo roupas e calçados para as vítimas da tragédia do rompimento da barragem da empresa Vale, no município de Brumadinho, no Estado de Minas Gerais, foram entregues na quarta-feira, dia 6, por policiais civis de Paranapanema, com apoio da Delegacia Seccional de Polícia de Avaré, na sede da Associação Regional dos Arquitetos, Engenheiros e Agrônomos de Avaré (AREA).

Os donativos foram arrecadados por meio de uma campanha em uma rede social de iniciativa do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado (CREA-SP), que foi prontamente encampada pela Delegacia de Paranapanema, atendendo a convite de um representante da AREA.

O projeto contou com intensa participação dos servidores policiais, que motivados pelo espírito de solidariedade e compaixão pelos desabrigados, iniciaram a sua divulgação. A ação ganhou centenas de adeptos rapidamente entre os moradores da cidade e também do Distrito de Campos de Holambra.

De acordo com Paulo Sérgio Garcia, delegado titular da Delegacia de Parapanamema, uma remessa de doações já havia sido feita a integrantes da AREA que estiveram na cidade no último dia 31/1. “Novas doações foram chegando e foi necessário providenciar um veículo maior para fazer o transporte até Avaré, o que foi possível graças ao apoio da Delegacia Seccional de Polícia”, destacou o delegado.

As roupas e calçados arrecadados em Paranapanema irão se juntar a outras milhares de peças que estão sendo doadas em todo o Estado de São Paulo através da campanha do CREA-SP. Segundo a AREA, a entidade ainda não informou a data de envio dos donativos para Brumadinho.

DOAÇÕES – Na última semana, o grupo Bizungão de Avaré promoveu uma campanha para a arrecadação de água, produtos de limpeza e higiene.

Após 3 dias, foram arrecadados quase 3 toneladas de materiais que já foram encaminhados a cidade de Brumadinho.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *