PM SUSPEITO DE MATAR COMERCIANTE COM OUTRO POLICIAL SE ENTREGA A POLÍCIA

01/11/2018

O policial de 38 anos, que é suspeito de ter matado um comerciante de 29 anos dentro de um bar junto com outro militar na terça-feira, dia 30 de outubro, em Itaí, se entregou na delegacia no final da tarde de quarta-feira, dia 31 de outubro. O colega de trabalho, de 29 anos, foi preso e autuado por homicídio.

De acordo com a Polícia Civil, o segundo suspeito se apresentou junto com o advogado e não se manifestou durante o depoimento. Apenas afirmou que só falará em juízo.

Ainda segundo a polícia, a prisão preventiva dos dois policiais militares foi decretada pela Justiça. Ambos foram levados para o Presídio Militar Romão Gomes, em São Paulo.

HOMICÍDIO – De acordo com a Polícia Civil, testemunhas contaram que os dois policiais chegaram em um carro prata, sem farda, e foram até o bar, onde encontraram Jocimar Soares da Silva e começaram a ameaçá-lo e agredi-lo com socos e chutes.

Ainda de acordo com a polícia, a vítima se envolveu em uma discussão com os PMs, quando um deles teria atirado nas costas do comerciante.

O homem chegou a ser socorrido por uma Unidade de Resgate, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ainda segundo o boletim de ocorrência, um dos policiais foi encontrado na frente do estabelecimento por uma equipe, e o outro fugiu.

Indagado, o suspeito afirmou que se envolveu em uma discussão com a vítima na compra de uma bebida. O PM foi levado para a delegacia, onde foi autuado por homicídio.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Avaré e o caso será investigado.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública confirmou a prisão do policial militar e informou que um segundo PM permanece foragido.

O caso foi registrado como homicídio qualificado pela delegacia de Itaí e será investigado pela DIG de Avaré, segundo a SSP.

Ainda de acordo com o órgão, a Corregedoria da Polícia Militar acompanha o caso e , a PM ressalta que não compactua com desvios de conduta de seus policiais.

Fonte: G1



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.