PARA EX-PREFEITO JOSELYR SILVESTRE, POIO ESTARIA

O ex-prefeito de Avaré, Joselyr Benedito Silvestre, se utilizou de sua página de relacionamento social para rebater algumas informações que foram repassadas pelo prefeito Poio Novaes durante coletiva realizada no último dia 21.

Para Joselyr, o atual chefe do executivo estaria despreparado. “Eu acho que esse prefeito não sabe nem onde está pisando. Ele deve não estar em Avaré, de tão perdido que está na administração. Tudo que acontece de errado ele diz: não sabia que tinha essa lei, não sei de nada, fale com o fulano e outras tiradas de uma demonstração de despreparo”.

Joselyr afirma ainda que a dívida com o espólio da família Bannwart não existiria e que teria documentos que comprovam que a família doou a área onde foi construído o Lago Bertha Bannwart à Prefeitura. “A Prefeitura tem precatórios a pagar somente a empresa Aliter e desapropriações diversas, que somam a quantia de R$ 7.126.544,45. Isso porque a divida do espolio Mario Bannwart, não existe, pois o terreno onde hoje esta o Lago Berta Bannwart, Bairro Brabancia, tem documentos assinados pelo mesmo, doando essa área para a municipalidade, eu tenho esses documentos em mãos, e porque querem pagar? A outra divida de precatórios das creches também não existe, pois somente depende de fazer as contestações judiciais, coisa que o Departamento Jurídico da Prefeitura não sabe fazer.”

Ele questiona o prefeito de Avaré sobre os valores dos orçamentos dos últimos três anos que somam mais de R$ 700 milhões. “Mais eu pergunto: onde foram gastos três orçamentos anuais da Prefeitura dos exercícios de 2013, 2014 e 2015, que somam a quantia aproximada de setecentos milhões de reais; se não fizeram nada, nada mesmo. Está sendo feito alguma obrinha, com o dinheiro do DADE órgão da Secretaria de Estado do Turismo, do qual vem cerca de R$ 4 milhões por ano, lembrando que eu passei Avaré a Estância Turística, mais por esse motivo de verba e para sermos mais conhecidos”.

Ele questionou ainda onde estaria sendo investido o dinheiro da Educação, Saúde e de outros setores no município. “Onde está indo o dinheiro da educação que as crianças não têm merenda de qualidade, apenas bolachinha, sem garapinha. Não tem transportes de alunos, causando mais faltas do que frequência nas escolas. Onde está indo o dinheiro da saúde, se não tem o que a população precisa nos postos de saúde e no Pronto Socorro. Onde está indo o dinheiro se não tem obras em andamento, a não ser as que citei com dinheiro do turismo”.

Joselyr afirma que nos últimos 153 anos não teria ocorrido parcelamento do salário dos servidores. “Enfim um desgoverno total. Nunca na história de Avaré, nos governos que antecederam aos mais de cento e cinquenta e três anos, mas nunca mesmo, houve parcelamento dos salários dos funcionários. Nunca, mas nunca mesmo, houve sequer uma greve nesse tempo onde se passaram mais de trinta prefeitos. Mas nunca, nunca mesmo, houve acúmulo de lixos em todos os cantos da cidade. Você alcaide, diz que eu deixei dívidas, mas deixei muito pouco, porque temos um orçamento anual a seguir. Faz mais de sete anos que deixei a Prefeitura, você ainda vem dizer sobre mim. Eu também assumi a Prefeitura de Avaré, no meu primeiro mandato, em 1º de janeiro de 1.997, exatamente há oito anos e um dia, que seu pai havia deixado de ser prefeito e não reclamei de assumir dívidas. Assumi uma Prefeitura com mais de 63 quilômetros de ruas e avenidas para pavimentar, inclusive ruas com mais de 100 anos no centro da cidade esperando pavimentação. Isso entre outros descasos de uma má administração pública”.

Ele lembrou ainda que quando assumiu a Prefeitura em 2005, teria encontrado a Prefeitura com várias dívidas, inclusive com a energia do Paço Municipal cortada. “No segundo mandado que assumi em 1º de janeiro de 2.005, a prefeitura estava com telefones e energia elétrica cortadas, desligados; assumi sem uma folha de papel sulfite para escrever, para por na mesa de trabalho e nem por isso, fiquei mal dizendo, mentindo igual a você alcaide, mente. Maquinários da garagem municipal, nem se fala, estavam todos sucateados, igual à primeira vez que assumi meu primeiro mandato. Você alcaide reclama, parece que esta fazendo um favor de ser prefeito, mas se esquece que foi vereador, dos fracos, mais foi, antes de assumir a Prefeitura. Não sabia o que estava fazendo? Acho que não devia mesmo, pois aprovou muitas mazelas a eternas para Avaré, inclusive doações de áreas de terras da municipalidade prescindíveis para o desenvolvimento da cidade. Lembrando eu pergunto por que se eximiu de fazer auditoria no governo de seu antecessor, se só reclama dele? Tinha o aval da câmara e não quis a auditoria. Excelentíssimo alcaide avareense, eu não leio jornais da cidade e nem ouço programas de rádio com noticiários locais, porque não quero ter participação nenhuma no dia a dia da cidade”.

Joselyr chegou provocar Poio, destacando que poderia dar lições ao atual chefe do executivo. “Fui prefeito quase dezoito anos, se precisar posso te dar umas lições”. Agora para dizer por que seu governo é fraco, vou citar apenas um fato deprimente que deparei quanto assumi pela primeira vez a Prefeitura de Avaré: quando assumi a prefeitura de Avaré no meu primeiro mandato, chegou ao meu conhecimento que a Santa Casa de Avaré, não tinha UTI – ala de atendimento intensivo aos pacientes; também não tinha uma, repito uma, ambulância com equipamentos de UTI, para transportar pacientes para outras localidades com melhores recursos aos pacientes. A Santa Casa de Avaré, não tinha ala para fazer hemodiálise nos pacientes, esses pacientes tinham que ir para o hospital de Rubião Junior, Botucatu, para receber esse tratamento. Quanto sacrifício dessas pessoas enfermas. Quantas pessoas morreram por falta desses atendimentos aqui na Santa Casa?”

A crise financeira que Avaré está enfrentando seria devido à falta de capacidade do atual chefe do executivo. Ele finaliza afirmando que Poio Novaes deveria renunciar ao cargo. “Finalmente, melhor parando aqui, posso dizer que a prefeitura de Avaré, está sem dinheiro ou quebrada como dizem, pela falta de capacidade, falta de conhecimento, falta de trabalho, falta de dedicação de seu alcaide administrador”. Não é pensar, porque temos o orçamento e vamos gastar, e gastar, pois o orçamento pode ter superávit, quando o administrador é bom, e tem déficit quando o administrador é ruim. Mas quem não tem conhecimento ou faz que não tem como sabe terceirizar tudo? Como é bom terceirizar. Como é bom aumentar os impostos; com a mesquinhez que isso vai resolver o rombo que praticaram. Excelentíssimo alcaide, fale a verdade, diga que é incapaz, que não nasceu para isso. E aproveitando a viagem que vai fazer, deixe a população Avareense feliz, mas feliz mesmo; mandando uma cartinha renunciando o cargo.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.