PAGAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS SERÁ REALIZADO SOMENTE EM CONTA-CORRENTE

Depois da polêmica e da repercussão que gerou o caso do cheque da Prefeitura de Avaré que estaria “sem fundos”, o prefeito Poio Novaes acabou reeditando a portaria nº 1742 de 14 de fevereiro de 2005 que determina que todos os funcionários públicos municipais devam abrir uma conta-corrente em um banco credenciado para receber os pagamentos.

Até o último mês, caso o servidor não tivesse conta bancária ou apresentasse algum problema em sua conta-corrente, a Prefeitura, após ser solicitada, acabava efetuando o pagamento do salário através de um cheque, que era recebido na Tesouraria. A decisão do chefe do executivo deverá atingir cerca de 50 servidores.

“Algumas pessoas tem problemas seríssimos dentro da Prefeitura que não podem receber com depósito em conta, como existe uma lei que determina que o depósito do funcionário seja feito em conta. A partir disso, enquanto a Prefeitura fazia um favor para determinadas pessoas, algumas porque não se davam bem com aquele banco, outras porque tinham problemas bancários, ou tiveram algum problema com o gerente, a partir de agora a lei vai ser cumprida. Todos os funcionários somente receberão através de depósito bancário em conta”, destacou a vereadora Rosângela Paulucci.

Ela pediu critério para os vereadores antes de apresentar denúncias. “Nós temos que ter um critério danado em levarmos determinadas noticias sem antes pesquisarmos. O Denílson (Ziroldo) falou que perdeu um voto (do secretário de Fazenda), mas que ganhou dois votos da servidora que estava com o cheque…. Eu acho que você perdeu mais votos (Ziroldo)”, destacou a vereadora.

A vereadora finalizou “cutucando” o vereador Denílson Ziroldo, responsável pela denúncia do “cheque sem fundos”. “A Câmara ainda não fez o pagamento (do funcionalismo) dela, que sempre foi feito no dia 1º e tem dinheiro na conta e não é por isso que vai expor a Câmara como uma má pagadora porque sabemos que tem dinheiro e vai pagar”. (Fonte A Comarca) 



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.