OBRAS NA SP-255 VEM GERANDO RACHADURAS EM IMÓVEIS

07/02/2017

Moradores Reclamam que rachaduras começaram a aparecer desde que as obras de duplicação da rodovia João Mellão (SP-255) se iniciaram no final do ano passado, em Avaré.

Em nota, a concessionária CCR SPVias, empresa responsável pelas obras de duplicação, disse que está se informando sobre as reclamações, e pede que os moradores do bairro entrem em contato com a ouvidoria pelo telefone 0800 703 5030.

A farmacêutica Thais Aparecida de Oliveira afirma que as trincas começaram pequenas e agora vão do teto ao chão de sua casa. “Tudo começou há um mês com um barulho forte. Então, começaram a aparecer rachaduras. Dá para sentir a casa tremer quando as máquinas estão ligadas. Agora, a laje e paredes estão com rachaduras e tenho medo que elas continuem aumentando”, conta.

O morador Paulo Martin Fagundes afirma que o problema é o mesmo em sua casa. De acordo com ele, de um dia para outro começaram a aparecer trincas e que no fundo de sua casa um buraco na parede está tão grande que os tijolos começaram a cair. Paulo alega que procurou a concessionária, mas não teve retorno.

“Um engenheiro da CCR ficou de vir aqui para avaliar o problema, mas até hoje ninguém apareceu. Entrei em contato novamente perguntando se as vibrações seriam a causa das rachaduras e ele informou que teria que analisar”, conta.

Enquanto a situação não é resolvida, a preocupação dos moradores só aumenta. Nali Khairallah conta que a parede da sala está cedendo. “Queremos saber o porquê está acontecendo isso, se está sendo causado devido às vibrações ou não, pois não temos condições de gastar com reformas e os problemas voltarem”, conta.

O engenheiro Francisco Boni avaliou algumas casas do bairro e acredita que os problemas podem estar relacionados com a obra da rodovia. “Os trincos podem ocorrer por diversos motivos, e o principal dele é a saturação do solo. Com as chuvas dos últimos dias e a vibração causada por problemas externos é o que pode estar causando os problemas”, explica.

Fonte: G1



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.