MUSEU ABRE MOSTRA DE GIBIS RAROS EM AVARÉ

02/10/2018

Dando sequência à iniciativa de promover mostras temáticas que despertem o interesse do público, a equipe do Museu Municipal Anita Ferreira De Maria organizou a exposição “Gibis e Revistas em Quadrinhos Antigas”, que ficará aberta durante o mês de outubro, para visita no CAIC, de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio-dia e das 13h às 17h.

O material foi gentilmente cedido pelo colecionador Paulo da Silva Gonçalves, o Bozó. Carteiro aposentado, ele possui uma volumosa coleção de revistas de histórias em quadrinhos de diferentes títulos: Tex, Fantasma, Homem-Aranha, Tarzan, Capitão América, Hulk, Thor, Zorro, Capitão Marvel e Homem de Ferro, dentre outros.

Bozó calcula ter mais de seis mil exemplares, muitos deles, edições raras. A paixão começou cedo. Era menino e observava que sua mãe gostava de ler gibis do Mandrake. Desde então, passou a reunir revistas e guardá-las. “Eu achava bacana a linguagem dos quadrinhos, a expressão das pessoas, o movimento que é colocado nas histórias, aqueles balões e as onomatopeias”, disse. A coleção iniciada na infância hoje é mantida em sua casa, mas Bozó planeja conservá-la para o neto Lorenzo, de um ano e meio, que já gosta de folhear os volumes do avô.

HISTÓRIA – Gibis, como são conhecidas as revistas de histórias em quadrinhos no Brasil, possui esse nome em homenagem ao primeiro exemplar publicado, que contava a história de um menino chamado “Gibi”, em 1938. Também entre os mais antigos estão as tiras – histórias sequenciais – dos personagens Brucutu, Fantasma, Madrake e Tarzan.

Bozó relata que para acompanhar as histórias no passado, o leitor deveria aguardar a publicação de tempo em tempo. “Naquela época, o jornal O Globo comprava o direito de publicação das tiras de jornais. Então você comprava o jornal e tinha um capítulo por dia”, lembrou.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.