MATÉRIA SOBRE ADIANTAMENTO ORIUNDO DE SECRETARIA “FANTASMA” GANHA GRANDE REPERCUSSÃO

18/01/2018
O adiantamento de R$ 10 mil efetuado pela Prefeitura de Avaré no dia 3 de janeiro deste ano de uma Secretaria que não existe no município ganhou grande repercussão na cidade.

O assunto foi repercutido pelo Jornal do Ogunhê que tratou o assunto com a importância que merece, já que não a como uma verba sair de uma Secretaria que não existe na cidade.

O Jornal do Ogunhê ainda cobra a Câmara Municipal para se manifestar perante ao assunto. Porém, as sessões ordinárias voltam somente em fevereiro.

O assessor da Prefeitura, Valdinei Muniz, entrou em contato com o Avaré Urgente defendendo a legalidade do ato do prefeito Jô Silvestre. O servidor comissionado chegou a dizer que enviaria uma nota de esclarecimento ao site, o que acabou não ocorrendo.

O Avaré Urgente esclarece que levantou um fato que chamou a atenção, após uma investigação realizada pelo site. Advogados ouvidos pela reportagem não destacam a possibilidade do chefe do executivo avareense ter praticado improbidade administrativa. Alguns disseram, porém, que teria ocorrido um erro formal da Prefeitura.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.