JOÃO CURY ASSUME A SECRETARIA ESTADUAL DA EDUCAÇÃO NESTA SEMANA

23/04/2018
O ex-Prefeito de Botucatu, João Cury, assumirá, na quinta-feira, dia 26, às 15 horas, a Secretaria Estadual de Educação. A decisão já estava tomada e o anúncio só foi feito agora após ele retornar de uma viagem familiar.

A cerimônia será realizada no Palácio dos Bandeirantes. São esperadas diversas lideranças políticas do interior para a posse.

Presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), João Cury teve que se desincompatibilizar do cargo, assim, como outros Secretários de Estado fizeram visando uma candidatura em outubro, como determina a lei. Mas ao contrário do que todos pensavam, o ex-Prefeito abriu mão de sua candidatura.

Com João Dória sendo candidato do PSDB ao governo do Estado pelo PSDB e Cury assumindo como Secretário de Márcio França (PSB), que irá disputar os votos com o ex-Prefeito de São Paulo, sua permanência no ninho tucano pode ficar insustentável. O PSB é o caminho natural.

A candidatura de França já conta com o apoio do PPS, partido do Deputado Estadual Fernando Cury, irmão do ex-Prefeito de Botucatu. João, desta forma, resolve um problema político/familiar na região, ou seja, fazer palanque para o irmão mais novo. No antigo cenário, como candidato a deputado Federal pelo PSDB, teria que dobrar com o empresário bauruense Caio Coube, candidato a Deputado Estadual.

Sem João Cury no cenário, Milton Monti (PR) será o único candidato da região a Deputado Federal. Com seu escritório político em Botucatu, Monti tentará emplacar o sexto mandato consecutivo em Brasília.

Aliás, cabe uma particularidade, o PR apoiará Geraldo Alckmin para Presidente da República em outubro. O partido que tem em Milton Monti um de seus grandes líderes nacionais, deverá dar importantes minutos de TV ao ex-governador de São Paulo.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.