JÔ SILVESTRE AFIRMA QUE VAI RECORRER DE LEI QUE IMPEDE FESTAS EM DEZEMBRO

29/11/2017
Em uma publicação feita em sua página pessoal em uma rede social, o prefeito de Avaré, Jô Silvestre, afirma que a Prefeitura vai recorrer da lei criada pela Câmara que proíbe a realização de novas festas em dezembro.

A lei foi aprovada no início do mês, porém o chefe do executivo não teria se manifestação, nem para vetar ou sancionar a lei. Diante do fato, a Câmara acabou publicando a lei que passou a valer no dia 25 de novembro.

“Para ciência de todos, segue a lei sancionada do vereador Toninho da Lorsa e seus aliados, que proibiu a realização de eventos em dezembro na cidade. Emapa, entrega de brinquedos, jantar dos funcionários, corrida de São Silvestre, réveillon, foram alguns dos eventos proibidos. A Prefeitura vai recorrer na justiça”, publicou o prefeito.

O post recebeu mais de 70 comentários e 72 compartilhamentos.

Em nota enviada a imprensa, a Câmara refutou a publicação do chefe do executivo avareense.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

  • OpiniaoDoSaraiva

    Falta de experiência e preparo dá nisso. Ou o prefeito não entendeu a lei ou se faz de rogado para o ainda fã-clube do pai, alimentando uma polêmica que não faz sentido algum, exceto para o alto comando da tropa de choque radiofônica ter o que falar. Pode realizar os eventos do calendário oficial e ainda pedir para inserção de outro, é só planejar e não querer por querer, como criança mimada, apenas por ego.