INTERNAUTA CRITICA EXCESSO DE VAGAS PARA TAXISTAS EM AVARÉ

21/12/2018

Uma munícipe se utilizou de uma página em uma rede socialpara mostrar sua insatisfação com relação ao excesso de vagas para taxistas noLargo do Mercado, centro de Avaré.

Para F.G., a falta de vagas para estacionar veículos estariagerando um caos no centro da cidade. “Avaré um caos pra estacionar, e bem nocentro da cidade. Tem todo esse quarteirão do Mercadão pros taxistas que, aliás,não estão nem ocupando vaga nenhuma”, postou.

Na postagem, ela relata ter sido advertida por policiaismilitares. “Você esperando sua mãe que corre a maratona pra buscar um óculos naótica, chega um Policial Militar de Unidade Móvel com uma educação exemplar egrita com você porque ali é vaga de táxi (Ao lado da Pernambucanas eu estava,que no caso também é para taxi)”.

Já para o internauta C.C., “… não faz sentido nenhum tertantos pontos de táxi num centro tão pequeno”. “Será que não perceberam que aquantidade de carros é maior que as de táxis?”, questiona R.M.N.

Para R.B., a Prefeitura deveria liberar mais vagas para osveículos. “Tem que rever os fatos reais. A modernidade está crescendo. Se estásobrando vagas deve ser porque os taxistas não estão trabalhando nessa área. Jádevem de estar fazendo outras coisas, ou porque poucas pessoas estão usando detáxi. Melhor concentrar tudo num único lado e sobrar vagas para os carrosestacionarem”.

O internauta R.Z. não concordou com as críticas ao excessode vagas para taxistas. “Olha, antes de sair escrevendo vamos marcar umareunião no Demutran. Aí esclarece o porquê da vaga dos táxis. Essa vaga temmuitos anos e aí são ao todo 12 táxis sendo vaga para apenas 6 de um lado e 3 dooutro. E antes de sair tirando fotos e melhor rever”.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *