HOMEM TERIA SE “MASTURBADO” E OFENDIDO MULHERES E POLICIAIS NO HORTO FLORESTAL

04/07/2019

Um homem foi detido, na terça-feira, dia 2 de julho, acusado de importunar mulheres no Horto Floresta de Avaré. Segundo duas mulheres que denunciaram o fato, o acusado teria se masturbado e, depois de questionado, teria ofendido elas, chamando-as de “vagabundas”. A matéria é do A Voz do Vale.

Segundo informações, chegando ao local, os PMs foram informados pelo vigia onde estaria o acusado. Ao ser abordado, A.D., se identificou como militar, porém ele não se identificou, negando que fosse revistado.

Ainda segundo as informações, o homem começou a empurrar os policiais, momento que foi utilizada força moderada para conter ele. Feita busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado, porém, ele voltou a se alterar.

As mulheres, identificadas como S. e F. reconheceram o homem. Segundo elas, o acusado teria se masturbado e ofendido elas, chamando-as de vagabundas, momento que A. voltou a se alterar e chegou a dizer para um dos PMs: “a gente se acerta, seus policiais cabeças de bagre”.

O homem voltou a ofender os policiais militares, quando ligou pra uma pessoa e disse que estava sendo preso “pelos policiais mais ladrão do estado de São Paulo”. Os atos foram testemunhados por outro homem.

Diante dos fatos, o homem recebeu voz de prisão. Ele também teria dificultado a vistoria em se veículo, porém, após ser vistoriado, nada de ilícito foi encontrado no carro.

A.D., ex-policial militar, foi encaminhado ao Plantão Policial, porém acabou sendo liberado e deverá responder em liberdade.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *