“FUI AO PRONTO SOCORRO E CONSTATEI QUE

A ISF- Diagnóstico Por Imagem LTDA EPP, que assumiu os serviços médicos do Pronto Socorro Municipal de Avaré desde o dia 1º de maio, não estaria cumprindo o contrato firmado com a Prefeitura. A informação foi revelada pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Denílson Ziroldo, durante a sessão da última segunda-feira, dia 8.

Além de ter somente um médico atendendo, Ziroldo acabou ficando indignado ao saber que outro profissional estava domingo. “No domingo recebi um telefonema informando que o Pronto Socorro estava somente com um médico atendendo e fazia cerca de duas horas que nenhum paciente estava sendo atendido. Diante da informação eu fui ao Pronto Socorro e constatei que somente um médico estava atendendo e conversei com os funcionários que estavam trabalhando de uma forma incansável e perguntei sobre o médico e fui informado que um estava trabalhando e que o outro estava dormindo e que também não havia outro médico e nenhum Pediatra. Estamos pagando funcionários dessa empresa para prestar serviço à população que não está sendo correspondida por aquilo que realmente precisa que é atender a população com dignidade”.

Ele também disse que a escala dos médicos, que é uma das obrigações da empresa manter atualizada, não estaria completa. “A escala dos médicos nunca está completa, ou seja, estamos pagando por aquilo que não estamos recebendo e nada está sendo feito (por parte da Prefeitura). Alguém é culpado por não estar vistoriando aquilo que a população está pagando”.

“A população merece um atendimento de qualidade, não com médicos que não tem curso de urgência e emergência, ou então por um profissional que nem condições de andar têm porque tem uma prótese de bacia. Ai eu pergunto: Se precisar fazer uma massagem cardíaca, esse médico tem condições? Não, e o paciente morre”, desabafou.

RESPONSABILIDADES – O corpo clínico da empresa contratada é composto por 6 médicos, sendo 4 clínicos e 2 pediatras. A empresa tem que cumprir, obedecendo a portaria do Ministério da Saúde, 9 plantões em regime presencial, diários, disponibilizando 6 médicos no período da manhã, das 7h às 19h, sendo quatro clínicos e 2 pediatras e no período noturno, das 19h às 7h, 3 médicos, sendo 2 clínicos e um pediatra.

A IFS deverá manter visível a escala mensal de plantões médicos no mural do Pronto Socorro ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e comunicar a Secretaria Municipal de Saúde, com antecedência de 72 horas, caso ocorram alterações.

Em datas comemorativas (24 de dezembro, 25 de dezembro, 31 de dezembro e 1º de janeiro, e na sexta-feira, sábado, domingo, segunda e terça-feira de Carnaval), os plantões deverão ser realizados em dobro.

Também é de responsabilidade da empresa acionar os médicos de retaguarda sempre que necessário, sendo obrigatória a realização de registro de procedimento. 



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.