FALTA DE ECOPONTOS GERA ACÚMULO DE LIXO E ENTULHOS EM DIVERSOS BAIRROS

26/07/2018
Moradores de Avaré estão reclamando do acúmulo de entulhos nos bairros Vila Martins III e Vila Jardim. Em agosto de 2017, a prefeitura alegou que iria construir um ecoponto na região, porém nada foi realizado.

Em nota, a prefeitura de Avaré afirmou que, na época, o secretário do Meio Ambiente Judésio Borges apenas propôs a criação de um ecoponto na região.

O Executivo alegou também que o projeto não se concretizou porque a área é particular e precisaria ser desapropriada.

André Boazar conta que tem dois filhos e afirma que todo lixo acumulado é prejudicial para eles, principalmente por trazer animais peçonhentos para sua casa.

“Aparece rato no quintal devido ao mato e acaba trazendo problemas para a gente. As pessoas jogam entulho sem ter consciência do risco que pode trazer, porque eles jogam aqui e vão embora. Mas e para as pessoas que moram na região? A pessoa tem que conscientizar com isso”, diz.

Maria do Carmo também é moradora da região e afirma que, além dos entulhos, as pessoas colocam fogo no mato, o que prejudica muito. “Entra fumaça em casa durante a noite, e tenho que deixar tudo fechado. É complicado”, diz.

Joana Paula Barbosa afirma que convive com o problema há pelo menos cinco anos e que o problema cresceu muito desde então. “Acordo de manhã com esse mau cheiro de lixo, além dos insetos que invadem a casa. Não tem controle e só vai piorando”, afirma.

ECOPONTO – Em agosto de 2017, o secretário do Meio Ambiente Judésio Borges afirmou que a prefeitura iria construir um ecoponto para controlar todo o despejo irregular de lixo e entulho, porém até o momento nada foi realizado.

“No início da semana nós iremos fazer o cercamento, limitar uma área de aproximadamente 1.500 metros para que os tratores e geradores depositem o resíduo. Será o ecoponto da vila Jardim. Vamos preparar para que ele possa receber esse resíduo adequadamente e não traga esse transtorno ou venha a cair em ribeirões do município”, disse na época.

Em nota, a Prefeitura de Avaré afirmou que, na época, o secretário do Meio Ambiente Judésio Borges apenas propôs a criação de um ecoponto na região. Eles alegaram também que o projeto não se concretizou porque a área é particular e precisaria ser desapropriada.

A prefeitura ainda afirmou que será realizada uma limpeza nos próximos dias, e que irão notificar o proprietário pra fechar o local, impedindo que veículos entrem na área.

Com informações do G1

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *