DIREÇÃO DA AVAREPREV CRITICA NÃO INCLUSÃO DE MUNICÍPIOS NA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

11/07/2019

A Câmara dos Deputados aprovou na quarta-feira, dia 10, em primeiro turno, por 379 votos a 131, o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) de reforma da Previdência, que altera as regras de aposentadoria.

Para concluir a votação, os parlamentares ainda precisam analisar emendas e destaques apresentados pelos partidos para tentar alterar pontos específicos da proposta. Porém, a reforma manteve servidores de estados e municípios fora da proposta o que vem gerando críticas.

Para o presidente do Instituto de Previdência Municipal de Avaré (Avareprev), Roberto Surano, a não inclusão dos municípios na nova previdência seria prejudicial. “A legislação tem que ser igual para todo mundo. Caso se mantenha esse relatório será muito prejudicial a todos os institutos de previdência municipais e estaduais. É jogo ruim”, destacou em entrevista exclusiva concedida ao A Voz do Vale.

Atualmente, o Avareprev paga 593 benéficos, sendo 422 aposentadorias, 77 pensionistas, 93 auxílios doença e um auxílio reclusão.

DÍVIDA – Segundo informações obtidas pelo A Voz do Vale, que a dívida da gestão de Jô Silvestre com a previdência municipal é de cerca de R$ 12 milhões. O valor corresponde à parte patronal e do déficit atuarial.

Informações dão conta ainda que um novo parcelamento deva ser formalizado pela Prefeitura. Estima-se que a dívida de R$ 12 milhões poderá ser parcelada em 60 meses.

Três dos cinco parcelamentos já foram quitados pela Prefeitura nas gestões do ex-prefeito Poio Novaes e na atual, de Jô Silvestre.

Caso o executivo não compra com o pagamento das parcelas, o Avareprev poderá solicitar o bloqueio judicial dos recursos do Fundo de Participação do Município (FPM), o que prejudicaria o pagamento dos salário dos servidores públicos municipais.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *