DIG DE AVARÉ PRENDE SÉTIMO INTEGRANTE DE QUADRILHA QUE FURTAVA CASAS NO ESTADO

25/10/2019

A Polícia Civil de Avaré, por meio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e do Grupo de Operações Especiais (GOE), realizou na sexta-feira, dia 25, mais uma prisão no contexto da Operação Mioleiros, desencadeada para investigar e pôr fim às ações de uma quadrilha que cometeu furtos a residências de alto padrão.

Na ação, realizada em Ribeirão Preto, foi preso o sétimo elemento do grupo, apontado como um dos receptadores dos bens subtraídos das vítimas. Com ele foram localizados valores em dinheiro e vários outros objetos cuja origem será investigada. Ele foi conduzido até Avaré para ser interrogado sobre o objeto da investigação. Ele foi detido mediante cumprimento de mandado de prisão preventiva e será transferido provisoriamente para a unidade de Transição de Presos de Piraju.

OPERAÇÃO – A Operação Mioleiros da DIG de Avaré prendeu seis indivíduos e cumpriu 12 mandados de busca e apreensão domiciliar cumpridos no dia 15 de outubro. Um dos alvos foi localizado em Ribeirão Preto e o restante no município de Sertãozinho, entre eles um de seus líderes. Na ocasião também foram apreendidos joias, relógios, televisores, aparelhos eletroeletrônicos, calçados, bolsas, quadros de bicicletas, celulares, entres outros objetos de origem ilegal. Além desse material, também foram apreendidos R$ 7 mil em espécie.

As investigações foram iniciadas no mês de julho deste ano após a quadrilha furtar uma residência no centro de Avaré. Logo no início da apuração foi possível identificar que o crime tinha sido praticado por indivíduos que atuavam em conjunto. A busca por provas levou os policiais civis a descobrirem fatos relevantes sobre os seus membros.

Segundo as investigações, além de Avaré, cidades como Barrinha, Jardinópolis, Cravinhos, Brodowski, Ibitinga e Sertãozinho estão entre as que tiveram registros da atuação dos criminosos. Todos os membros da quadrilha, com exceção de um, possuem extensa ficha criminal por delitos como furto, receptação e roubo. Eles também já foram condenados por crimes desse gênero e são egressos do sistema penitenciário.

Para ter acesso ao interior da residência um dos métodos empregados era danificar o miolo das fechaduras das portas de entrada. Um integrante ficava do lado de fora do imóvel, geralmente no interior de um veículo, para avisar possível ameaça à ação criminosa. Concluída a subtração dos objetos, tudo era colocado dentro do veículo para a fuga.

Os investigados invadiam as casas em busca de tudo o que pudesse ser trocado por dinheiro. Em uma das ações delituosas foi subtraído um quadriciclo. Segundo o inquérito policial instaurado pela DIG de Avaré, a associação criminosa é responsável pela prática de aproximadamente 20 furtos a imóveis em todo o interior do Estado.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *