DELEGADO DE AVARÉ EXPÕE VANTAGENS DA MEDIÇÃO PARA RESOLVER PEQUENOS DELITOS

O delegado Vagner Bertoli, titular do Núcleo Especial Criminal (Necrim), acompanhado do delegado seccional Jorge Cardoso de Oliveira, esteve na cidade de Santos para falar das vantagens da mediação para resolver os crimes considerados de menor potencial ofensivo, bem como do papel da Autoridade Policial como mediador dos conflitos sociais.

As autoridades de Avaré foram até a baixada santista atendendo ao convite do delegado de polícia Gaetano Vergine, Diretor do Departamento de Polícia Judiciária do Interior – Deinter 6, que tem interesse na implantação do Necrim em unidades policiais que estão sob sua coordenação.

O encontro ocorreu na sede do Departamento e contou com a presença de Vergine e dos delegados seccionais Manoel Gatto Neto (Santos), Victor Vasconcellos Lutti (Itanhaém), Flávio Ruiz Gataldi (Registro) e Fernando Carvalho Gregório (Jacupiranga), além das delegadas Martha Luzia Vergine e Juliana Buck Gianini, ambas da Delegacia do Porto de Santos.

Na ocasião, Bertoli mostrou os benefícios da mediação para solucionar os conflitos que chegam até a Polícia Civil, como casos de ameaça e acidentes de trânsito com vítimas leves. Para ele, os principais são a resposta rápida dada à sociedade, bem como a desobstrução do Poder Judiciário, já que os casos são resolvidos sem que as partes envolvidas recorram à Justiça.

O delegado também falou de suas experiências como mediador e das estatísticas recentes do Necrim de Avaré. Segundo Bertoli, os casos encaminhados ao órgão em 2014 representaram 25% de todas as ocorrências criminais de autoria conhecida registradas na cidade. Desse total, 95% foram resolvidos com acordo entre autor e vítima. “As partes saem satisfeitas com o resultado, pois um caso que poderia demorar anos é solucionado rapidamente”, destacou. “Agradecemos à iniciativa do Dr. Gaetano Vergine, pela oportunidade de difundir a essa importante ferramenta de pacificação social que é o Necrim”, enfatizou Oliveira.

Posteriormente, o grupo de delegado, mais a diretora da Faculdade de Direito de Santos, Renata Soares Bonavides, foram recebidos pelo Diretor do Fórum de Santos, juiz de Direito Valdir Ricardo Lima Pompeu Marinho, com o objetivo de estabelecer parceria para a criação de condições de atendimento da população, no que se refere à solução dos conflitos por meio da mediação e conciliação.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.