CRIANÇAS PARTICIPAM DE PASSEATA CONTRA A VIOLÊNCIA SEXUAL

29/05/2017

Em comemoração ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, em parceria com a Secretaria Municipal da Educação, alunos e professores realizaram uma passeata para contestar as injustiças, que variam entre abusos e agressões contra os jovens.

Discentes das Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs) compareceram e estiveram em todo o percurso, acompanhados de uma viatura da Polícia Militar (PM). Durante a caminhada, seguraram cartazes com frases grafadas: “Violência Infantil é crime!”, “Denuncie, proteja: Disque 100”, “Toda criança e adolescente tem o direito de ser e crescer feliz”.

Enquanto protestavam, entoaram uma canção denominada “Tesourinho”, a qual, em sua letra, retrata e alerta de maneira exposta, sobre o diálogo que o agredido deve obter com seus familiares, amigos ou responsáveis presentes.

“Tendo suspeitas, deve-se denunciar o agressor. Há órgãos e serviços que são designados propriamente para atender e fazer as devidas orientações. Mostrar às crianças e aos jovens a relevância destes atendimentos é absurdamente necessário”, aponta responsável pela passeata.

DENÚNCIE – Discando 100, o Disque Direitos Humanos. Em caso de emergência, o denunciante deve ligar para 190 e entrará automaticamente em contato com a Polícia Militar.

Além disso, há outras possibilidades para realizar a declaração, como o Conselho Tutelar de sua cidade ou as delegacias especializadas (ou comuns) nestes crimes.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

One thought on “CRIANÇAS PARTICIPAM DE PASSEATA CONTRA A VIOLÊNCIA SEXUAL

  1. albino manara neto

    essas passeata nao resolvem nada, acham que um estuprador vai deixar de agir por causa de uma passeata, tem e que dar pena de morte pra estuprador e ponto

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *