BOTUCATU ADOTA MEDIDAS CONTRA O DESABASTECIMENTO

29/05/2018
O prefeito Mário Pardini se reuniu com parte da equipe do governo, Polícia Militar, donos de postos de combustíveis, de depósitos de gás, empresas de transporte coletivo, Sabesp, CPFL e serviço funerário com o objetivo de discutir alternativas para que Botucatu não tenha que paralisar serviços essenciais e para que a população da cidade não sofra com a falta de combustíveis.

“A minha posição pessoal é que a greve dos caminhoneiros tem sua razão, já que a carga tributária do nosso país realmente é abusiva. Mas não posso deixar que a população de nossa cidade sofra com essa crise. Não podemos nos conformar e deixar os serviços parados. Por isso, vamos nos unir, com o apoio fundamental da Polícia Miliar, para enfrentarmos esse momento e manter nosso município trabalhando”, disse o prefeito.

Ele montou um comitê de logística composto pelo Secretário de Governo, Fábio Leite, o Secretário-adjunto de Transportes, Rodrigo Fumis, o coordenador da Defesa Civil do Município, Marcos Leite e o próprio Pardini.

Esse comitê irá organizar comboios, juntamente com os donos de postos, para que os veículos sejam carregados com combustíveis e gás, e possam, com escolta da Polícia Militar, atravessar as barreiras e bloqueios dos manifestantes.

“Primeiro nós tivemos autorização do comando geral de fazer escoltas de combustíveis para os serviços essenciais e hoje pela manhã, houve a liberação de auxiliarmos para que esse material também chegue aos postos para atender a população. Pelo que percebemos, os manifestantes tem entendido essa necessidade e estamos fazendo o trabalho com bastante tranquilidade, pacificamente”, explicou a tenente-coronel Kátia Christófalo.

Na quinta-feira, 24, o prefeito Mário Pardini decretou estado de emergência para garantir serviços essenciais.

Fonte: Acontece Botucatu



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.