AVÔ E NETO MORREM APÓS SEREM ATINGIDOS POR MOTORISTA EMBRIAGADO

11/06/2019

O adolescente João Gabriel Henrique da Silva, de 14 anos, morreu na madrugada de domingo, dia 9, em decorrências dos ferimentos sofridos em um acidente.

Na ocasião, ele estava na garupa da moto do avô, João Batista Garcia, que morreu no sábado, dia 8, no local da colisão. O jovem estava internado na UTI do Hospital das Clínicas de Botucatu.

Conforme o JC noticiou, um homem alcoolizado atingiu a traseira da moto ocupada por avô e neto, na rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-225), a Bauru-Jaú, em Pederneiras. O motorista chegou a ser detido, mas horas depois teve a prisão relaxada pela Justiça.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária, um homem de 28 anos (o nome não foi divulgado pelo policiamento), conduzia um Fox, placas de Bauru, pela rodovia, sentido Pederneiras-Bauru, quando atingiu a traseira de uma Honda CG, placas também de Bauru, no quilômetro 216 mais 600 metros.

A moto, que seguia no mesmo sentido, era conduzida João Batista Garcia, de 56 anos, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. No veículo, ainda estava o neto João Gabriel Henrique da Silva, que resistiu até às 3h27, horário em que teve a morte confirmada pelos médicos do HC.

ALCOOLIZADO – Ainda segundo a Polícia Rodoviária, o condutor do Fox passou pelo teste do etilômetro (bafômetro), que constatou 0,27 miligrama de álcool por litro.
Assim, o homem foi conduzido ao Plantão Policial, onde foi autuado pelo artigo 302 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que versa sobre homicídio na direção de veículo automotor.

De acordo com informações da Polícia Civil, a Justiça decidiu pelo relaxamento da prisão do acusado, uma vez que ele não tinha passagens e que o teor de álcool não ultrapassa o limite de 0,35 miligramas de álcool por litro para se configurar crime de trânsito.

Fonte: JC Net

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *