AVAREENSE APARECE EM LISTA DE ALVOS DE FACÇÃO CRIMINOSA, DIZ ESTADÃO

17/12/2018
O secretário da Administração Penitenciária (Sap), Lourival Gomes, aparece em uma lista de possíveis alvos do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que atua nos presídios paulistas.

A informação foi divulgada na edição de domingo, dia 16, do Jornal O Estado de São Paulo. A referência também aparece no site da revista Veja.

Segundo a matéria, o Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) também descobriu que o PCC tem como alvo o deputado estadual Coronel Telhada, o ex-secretário da Segurança Pública Antônio Ferreira Pinto, o promotor Lincoln Gakiya e o coordenador dos presídios na região oeste do Estado, Roberto Medina.

De acordo com o diário, a ordem para matar as autoridades seria uma represália à possível transferência de Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, para o sistema prisional federal.

Carta apreendida com visitante da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau, em São Paulo, escrita em código Foto: Reprodução

O líder máximo da facção está atualmente na Penitenciária 2 (P2) de Presidente Venceslau, na região oeste do Estado. Marcola é o único líder de facção criminosa que permanece fora do sistema federal, aponta ainda o jornal paulistano.

TRAJETÓRIA – Avareense desde que recebeu um Título de Cidadão em 2010, Gomes é formado em Direito e Ciências e dedicou toda sua vida profissional ao sistema prisional, onde ingressou como oficial administrativo em 1971.

Entre 1984 e 1992, foi diretor da penitenciária “Dr. Paulo Luciano de Campos”, localizada na área urbana de Avaré. Em seguida, assumiu outras unidades no estado. É o titular da Sap desde março de 2009.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *