AUXILIAR DE EDUCAÇÃO É DEMITIDO APÓS PEDIR NUDES PARA CRIANÇA DE 11 ANOS

18/10/2018

Um auxiliar de educação da Prefeitura de Buri, de 23 anos, é suspeito de ter enviado mensagens pedindo “nudes” para uma criança de 11 anos.

Em nota, a Prefeitura de Buri afirmou que o servidor foi contratado para auxiliar os trabalhos da Secretaria de Cultura e que, após tomar o conhecimento dos fatos, o contrato foi rescindido imediatamente.

De acordo com a Polícia Civil, os pais da menina foram até a delegacia na terça-feira, dia 16, e informaram que começaram a monitorar o celular da filha após acharem que ela estava estranha.

No aparelho, os pais afirmam que encontraram mensagens do jovem, que atuava em um projeto da prefeitura, pedindo fotos sem roupas para a criança.

Segundo a polícia, o caso foi registrado como corrupção de menor e crime contra a dignidade sexual.

O suspeito foi encontrado, ouvido e, em depoimento, teria confessado que realmente estava pedindo as fotos, mas alegou que não sabia a idade da criança.

Ainda de acordo com a polícia, as conversas e a galeria de fotos foram apagadas dos celulares da menina e do rapaz.

Os aparelhos foram apreendidos e aguardam ordem judicial para serem encaminhados ao Instituto de Criminalística de Sorocaba para que a perícia tente recuperar os materiais.

Como não foram encontradas as mensagens, o jovem foi liberado. Contudo, o delegado deve pedir a prisão preventiva do suspeito nos próximos dias.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.