ASSISTÊNCIA SOCIAL DE AVARÉ É HABILITADA EM GESTÃO PLENA

31/08/2016

Após inúmeros investimentos em sua infraestrutura de atendimento, o setor de assistência social de Avaré poderá em breve ampliar ainda mais suas ações graças à habilitação de Gestão Básica para Gestão Plena. Após tramitação de documentos comprobatórios ao Governo Federal, iniciada no primeiro semestre deste ano, a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Semads) terá agora maior autonomia em gerir a rede socioassistencial.

A conquista da chamada Gestão Plena vai ampliar as possibilidades de maior alcance de recursos nas esferas estadual e federal para custeio e investimento nos serviços, programas e projetos do setor.

Na atual gestão deu-se a criação da lei de benefícios eventuais, a qual regularizou a oferta de auxílios como funeral, natalidade e alimento. Houve também a atualização da lei referente ao Renda Mínima e aumento de 20% no número de pessoas assistidas pelo programa.

MELHORIAS – A Prefeitura adquiriu para o setor 6 veículos zero km por meio de recursos federais e estaduais, renovou o mobiliário e equipamentos de uso da Semads, implantou fluxo de atendimento entre todos os serviços do setor, descentralizou atendimentos e melhorou o acolhimento à população assistida pelo Programa Bolsa Família.

Todo mês, a Prefeitura investe cerca de R$ 280 mil são em 13 entidades socioassistenciais. O serviço de convivência e fortalecimento de vínculos foi reordenado, sendo possível repassar às entidades, além dos convênios, recursos federais para a SEARA (R$ 25 mil), o que resultou no aumento de 25 para 50 usuárias por mês; Amigo Solidário (R$ 25 mil); VANA (R$ 50 mil), que incrementou seu atendimento de 60 para 80; e Colônia Espírita Fraternidade (R$ 50 mil), onde 200 usuários são acolhidos por mês.

Além disso, a Semads implantou em 2015 o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) III, no Jardim Vera Cruz, que atende também aos bairros Camargo, Avaré I e adjacências. Este ano, o CRAS IV foi aberto no Jardim Presidencial. A Prefeitura também vai construir o Centro de Convivência do Idoso no Residencial Duílio Gambini, obra já em processo de licitação.

Outro avanço foi a implantação, em 2015, do Centro Dia do Idoso “Luiz De Paschoal”, que hoje atende 20 pessoas que antes estavam em situação de risco por não terem condições de saúde e autonomia para passar o dia sozinhos em casa.



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.