“A ADALGISA FAZ A DENÚNCIA E QUEM PAGA O PATO SÃO AS CRIANÇAS CARENTES”, DISPARA VEREADOR

19/08/2019

Durante a sessão ordinária da Câmara de Avaré, realizada na segunda-feira, dia 19 de agosto, alguns vereadores se manifestaram sobre a suposta irregularidade que a Secretaria Municipal de Educação teria cometido ao fornecer o transporte escolar para alunos de escolas particulares do município. A denúncia foi da vereadora Adalgisa Ward.

O vereador Roberto Araújo criticou a atitude de Adalgisa onde, segundo ele, para atingir a administração do prefeito Jô Silvestre, acabou atingindo as crianças carentes do município que necessitam do transporte escolar. “A Adalgisa faz a denúncia e quem paga o pato são as crianças carentes”. “Que desespero é esse, que para atingir governo estão atingindo as crianças que só querem estudar”, completou o vereador.

Araújo destacou que a secretária de Educação, Josiane Lopes, teria admitido que não poderia transportar os alunos das escolas particulares, mas teria feito para não prejudicar o acesso a escola dos alunos. “Quero parabenizar a secretária Josiane que não se furtou a sua responsabilidade. Ela disse que sabia que alguns alunos de escolas particulares faziam o uso do transporte e suspendeu o transporte depois da denuncia. Agora eu pergunto: O transporte não é um direito da criança?”.

O vereador destacou que os alunos de escolas particulares que estariam utilizando o transporte escolar teriam bolsa de estudos. “E quem conseguiu uma bolsa escolar em uma escola particular? E se o patrão paga pra ele (aluno para estudar), porque gosta dos pais? Aquele pai e aquela mãe, que com muito suor consegue pagar uma escola particular para o filho? O que eles vão fazer?”, questionou.

Ele destaca ainda que o transporte escolar não seria exclusivo aos alunos de escolas particulares e que esses estudantes teriam pego carona com os demais alunos. “Esse transporte não foi colocado exclusivamente para esses alunos. Eles são caronistas. O ônibus passa na frente da propriedade. Onde está a ilegalidade nisso? Se a lei fala que é ilegal, pode falar, mas não é imoral. Imoral é a chuva, o vento que essas crianças poderiam sofrer”.

Roberto Araújo finalizou afirmando que este tipo de denúncia seria uma maldade. “É assim que gostam das crianças desta cidade? Tentam fazer maldade para nossas crianças. Quero parabenizar a secretária Josiane que, até onde pode, ofereceu um transporte de qualidade a todas as crianças sem distinção de classe ou religião”.

Ainda durante a sessão a vereadora Adalgisa Ward afirmou que defende a educação, porém dentro da legalidade. Ela acusa a secretária Josiane de tentar jogar os pais contra ela devido a denúncia.

Na última semana, a secretária de Educação convocou os pais de alunos de escolas particulares para informar que não poderia mais fornecer o transporte devido a denúncia da vereadora. Uma pessoa que participou da reunião gravou a fala da secretária Josiane.

Em um dos trechos do áudio exibido pela vereadora, a secretária admite que não poderia transportar alunos de escolas particulares. Os vereadores Toninho da Lorsa e Marialva Biazon defenderam a denúncia e criticaram o fato da secretária culpar a vereadora na interrupção do fornecimento do transporte escolar aos estudantes.

Deixe seu comentário



Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Avaré Urgente. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Avaré Urgente poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *